Vulgarmente chamam-se energias renováveis à electricidade gerada a partir de fontes renováveis. As fontes renováveis são aquelas que dia após dia, mês após mês, ano após ano voltam a aparecer. Estas fontes são, por exemplo, o Sol, o Vento, a Chuva, as Ondas do Mar, o Calor da Terra, as Plantas, etc.. Estas fontes constituem as formas de energia mais limpas de que se dispõe par gerar electricidade.

HÍDRICA

A energia da água foi desde há centenas de anos utilizados para os mais diversos fins.
No século XX, a produção de hidro-electricidade foi principalmente efectuada através centrais hidroeléctricas que estão associadas a barragens de grande ou média capacidade que represam a água dos rios constituindo um “depósito” de água interrompendo pontualmente o fluxo de água.

EÓLICA

O movimento de massa de ar (vento) à superfície da Terra é provocado pelo facto de diferentes zonas da atmosfera serem aquecidas de forma diferente pelo Sol.
O vento foi sempre aproveitado para várias funções como por exemplo fazer deslocar os barcos à vela ou fazer rodar moinhos para moer cereais ou elevar água dos poços.

BIOMASSA

São designados por biomassa os resíduos naturais e resultantes da actividade humana. São biomassa os subprodutos da pecuária, da agricultura, da floresta ou da exploração da industria da madeira, que constituem matérias primas para a produção combinada de electricidade e calor. Também é considerada biomassa a parte biodegradável dos resíduos sólidos urbanos (lixo).

BIOGÁS

O biogás é um gás combustível, constituido em media por 60% de metano e 40% de CO2, que é obtido pela degradação biológica anaeróbica dos residuos orgânicos. Em Portugal, uma questão que naturalmente se põe em relação ao biogás é a avaliação da sua potencial importancia no contexto das energias renováveis.

SOLAR FOTOVOLTAICA

O Sol produz energia há cerca de 5 mil milhões de anos. As plantas utilizam essa energia (luz e calor) de forma eficaz no respectivo processo de crescimento, transformando-a noutras formas de energia para posterior utilização pelo homem.
A quantidade de energia que a Terra recebe do Sol é bastante significativa e varia de local para local segundo as estações do ano e os factores climáticos.

ONDAS

O mar é uma promessa por explorar. O potencial de energia do mar, através das marés e das ondas, aguarda avanços técnicos e tecnológicos que permitam uma maior utilização. É conhecida uma patente que data de 1799 respeitante a uma máquina movida pela força das ondas.

GEOTÉRMICA

A energia geotérmica provém do calor da Terra, e é um recurso que pode ser aproveitado em locais com actividade vulcânica e onde existam águas ou rochas a temperatura elevada e em zonas onde seja possível atingir estratos magmáticos.